Saltar para o conteúdo

A Evolução do Ser Humano

23 de Setembro de 2010
tags:

Os séculos passam e até hoje ninguém conseguiu responder à pergunta básica: o que estamos fazendo aqui e para onde vamos?

.

Às vezes a gente se depara com algumas pessoas que, pela prepotência, arrogância e pretensão, parecem ter encontrado a resposta. Mas, não, trata-se apenas de imbecilidade mesmo, falta de consciência de que daqui a pouco estará a alguns palmos abaixo do chão.

Apesar de ter estudado em colégio de padres jesuítas, ou talvez por isso mesmo, não tenho qualquer religião, acho mesmo um atraso de vida qualquer uma delas, tanto que há muito tempo optei por conversar com Deus, sem intermediários.

O espiritismo tem algumas coisas que me agradam como, por exemplo, o fato de que muitas obras sociais sérias são fundadas e administradas, sem qualquer alarde, por seus adeptos.

Os espíritas defendem a tese da reencarnação, acreditam que estamos nesse mundo para evoluir, até alcançarmos a plenitude espiritual.

Digamos que eles estejam corretos, que seja essa a resposta que tanto buscamos.

Se pensarmos um pouco e analisarmos determinados comportamentos dos seres humanos, chegaremos à conclusão de que precisaremos de trilhões de anos para atingir o estágio máximo de evolução, sem contar que antes da gente, zilhões de gerações se foram, tanto tempo já passou e nos encontramos nesse lamentável estágio. Ou seja, a evolução até aqui nos transformou nisso.

Nem falo das barbaridades que pipocam na mídia a todo instante, desde pedofilia, agressões à mulher e maus tratos aos idosos, até latrocínios com requintes de monstruosa crueldade.

Falo de coisas aparentemente mais inofensivas, como por exemplo, o “malandro” que utiliza o acostamento para fazer ultrapassagens nas estradas engarrafadas. Ou o “poderoso” do trânsito sentado em seu utilitário, sentindo-se forte, imbatível, forçando e abrindo espaço graças ao seu “tanque de guerra”. E aqueles debilóides jogando lixo pela janela do veículo, como se a rua fosse a casa de suas (deles) queridas genitoras, contribuindo para entupir bueiros e ampliar o caos nas cidades em dias de chuva?

E o comportamento indecente da classe política? E os programas de televisão, com conteúdos capazes de fazer enorme sucesso em saraus de orangotangos e toupeiras?

E os trogloditas que arremessam colchões, vasos sanitários, penicos, etc., em rios, como por exemplo, o pobre do Tietê?

Pois é, depois de tanto tempo de aprendizado e depuração, eis o degrau espiritual que conseguimos alcançar.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: